Go to Top

Como funciona o EA

O EA é rápido! O EA é lento!

No começo do semestre anterior eu tinha feito uma postagem falando sobre diferenças de tempos nos lançamentos, mas pensei em fazer algo mais detalhado para linkar na parte de dúvidas do site.

–Tópicos–

  1. Escolhendo um projeto
  2. Da raw ao lançamento
  3. Rápido ou demorado?
  4. E os Blu-rays
  5. A questão das parcerias
  6. Conclusão

1. Escolhendo um projeto

Vamos a raiz de tudo, o surgimento de um novo projeto. Um projeto para surgir basicamente depende de um tradutor se interessar por ele e assumir a responsabilidade de “fazê-lo”. Ele pode pegar sugestões dos usuários ou simplesmente traduzir porque ele quer traduzir aquele anime.

Entretanto há outras coisas a serem levadas em consideração. A primeira é se há alguma continuação de algum anime que traduzimos; onde se o tradutor que o fez não faz mais parte do grupo, tentamos passá-lo para alguém, já que damos prioridades a tais animes, embora nem sempre seja possível (vide Vampire Knight Guilty).

Outro ponto de extrema importância é algo bem básico: temos condições de pegar outro projeto? Depois do “Fim do EA” alguns anos atrás, não adianta o tradutor conseguir traduzir 15 animes por temporada, não vamos pegar todos esses projetos. Tradutores iniciantes também são proibidos de iniciar um novo projeto.

2. Da raw ao lançamento

O anime foi exibido, hora de começar o trabalho. Primeiramente é necessário a raw (“o vídeo sem nada”), a raw vai gerar 2 arquivos: um arquivo menor para ser passado aos demais membros que participam do projeto e um maior que é o vídeo final de lançamento.

Agora é traduzir. Traduziu? A tradução vai para “a nuvem” onde ela será pega por outro membro e será revisada. Enquanto isso, caso seja a estreia de um anime ou tenha ocorrido alguma mudança de OP/END, é necessário pegar as letras das músicas, sincronizar, traduzir e também encaminhar para revisão.

Voltando a legenda, é necessário sincronizar corretamente com o vídeo, colocar o type (cores, fontes, etc.), editar (reescrever algumas falas), colocar a OP/END, juntar tudo, fazer capítulos e… verificar se saiu tudo ok, o QC. É muito trabalho.

Acabou isso tudo? Hora de colocar para upar no servidor, escrever a notícia no site, gerar o .torrent e colocar no tracker, fazer o servidor colocar no Mega, passar o .torrent para o outro servidor e liberar o pack de lançamento que também libera a notícia no site. Ufa, agora sim acabou.

Pelo menos nós somos “malucos” e gostamos de fazer isso.

3. Rápido ou demorado?

Anime Y foi exibido hoje às 16h e às 21h ele foi lançado. Anime W foi exibido semana passada e ainda está em tradução…

Diferença drástica, mas algo normal de acontecer. Alguns veem na parte de status que o anime foi para uma determinada etapa e não saiu mais dela. “Como alguém demora 1 mês para traduzir um episódio?!” Simples! Ele não demora. Entrar numa determinada etapa quer dizer que ele está aguardando que aquilo seja feito, mas não necessariamente estão trabalhando no projeto.

A causa básica, a raiz primária de todo atraso, é realmente o tradutor. Isso se deve há inúmeros fatores, sendo que o maior de todos é: o EA não obriga o tradutor a correr com a legenda. Ou seja, o tradutor não está errado. Temos nossas metas e prazos, mas não somos um speedsub, o tradutor não precisa se sacrificar em nome da rapidez. É claro, embora eu, como líder do grupo, não fique “martelando” o tradutor, há um limite para tudo e um exemplo recente disso foi passarmos a tradução do final de Aldnoah para outro tradutor depois de tantos atrasos.

Outro fator importante que muitos esquecem é que somos humanos e que aqui é algo feito por fãs sem lucro algum. Se o tradutor está doente, ele não vai traduzir. Se ele está cansado, ele não vai traduzir. Se ele está com problemas familiares, ele não vai traduzir. E não vamos jogar para outro traduzir. O projeto é dele.

O tradutor vai impor seu ritmo. Com isso, se eu prefiro ler um livro quieto em casa do que ir andar sem rumo num shopping no sábado, fica fácil eu pegar o episódio assim que ele é exibido, traduzi-lo e já mandar a legenda para a revisão; e a verei imediatamente assim que ela aparecer revisada no servidor. Está aí a “mágica” do lançamento rápido.

Pessoalmente, eu tento fazer tudo rápido na medida do possível (eu também tenho uma vida…). Claro, isso nem sempre acontece, em especial com OVAs e afins e meu inexplicável “bloqueio” que tenho com esse tipo de projeto.

Por fim, temos outra falha milenar de atraso no EA: tudo basicamente gira em torno de mim. Ou seja, praticamente tudo quanto é projeto passa pela minha mão em determinado momento. Enquanto isso ajuda a manter um certo nível de qualidade, isso é um gargalo que certamente atrasa um projeto… e às vezes por muito tempo (como visto no filme de Hayate). Nós “resolvemos” isso de uma maneira bem “errada”: o grupo que já foi gigantesco agora possui pouquíssimos membros. O grupo foi reduzindo e paramos de procurar novos membros. Fora que está difícil conseguir gente que não é do tipo “só faz uma coisa e desaparece”, em especial, bons tradutores. Volta e meia aparece alguém que quer ajudar, é “aprovado”, traduz 1-2 episódios e some (daí o motivo de proibirmos novos tradutores de pegarem novos projetos).

4. E os Blu-rays

Além dos projetos “normais”, gostamos de lançar os BDs. Embora tenha acumulado várias séries para serem relançadas, normalmente os BDs saem sem muitos problemas. A grande questão aqui é simplesmente o BD aparecer na internet. Isso depende da boa vontade de alguém que comprou o disco.

Não há muito o que possamos fazer aqui. Comprar um BD é caro. Comprar uma série é caríssimo. Não podemos sustentar isso, embora já tenhamos comprado alguns (e nem foi pensando em ripar para o sub). Se fôssemos comprar os BDs de cada anime traduzido, teríamos que desembolsar cerca de 2 mil reais por mês (no mínimo). É completamente inviável. O jeito é ter paciência e esperar.

Outro “ponto de atraso” é revermos a legenda para possíveis melhorias e correções. Alguns grupos simplesmente muxam a legenda do HDTV.

5. A questão das parcerias

Juntar forças é bom para todo mundo, exceto para os apressados. Ao invés de termos dois fansubs lançando a mesma coisa, ou ficar incapacitado de trabalhar naquele anime que você realmente queria fazer por não ter alguém para traduzi-lo (por exemplo), os grupos se unem em prol de um objetivo em comum.

Entretanto, gera-se o “efeito ping-pong”. Um grupo faz algo e esse algo é mandado para o outro grupo que depois volta e vai e volta e vai e finalmente é lançado. Esse “ping-pong” é um ponto de atraso. Um atraso que, normalmente, vale a pena.

6. Conclusão

Embora gostaríamos muito de lançar tudo no mesmo dia da exibição, não é isso que realmente buscamos. Saiu extremamente rápido? Viva! Não saiu, não tem problema. Não é esse nosso objetivo primário. Estamos aqui nos divertindo com este trabalho e não participando de uma corrida de desesperados. É para relaxarmos e não nos estressarmos.

About Zero

O fundador do EA e o “faz tudo” do fansub. Certificado em 2017 com grande fluência em inglês pelo Conselho Britânico sem nunca ter cursado o idioma. Estudou japonês por 5 anos na Escola Modelo de Língua Japonesa por causa de animes. Super fã de Kancolle, Touhou e Fate. Vive importando jogos, figures, BDs e qualquer coisa que tenha um personagem que goste estampado. So as I pray, Unlimited Blade Works.

26 Responses to "Como funciona o EA"

  • jeferson
    20 de janeiro de 2015 - 19:23

    a maioria do povo da sub ja esta acostumado conformarm o como são feitas as traduções do EA mas sempre e por que
    bom reforçar e informar
    eu sempre soube que poderia demorar bastante pra X projeto lançar mas como sou paciente nunca me perguntei o por que dos atrasos foi bom saber o motivo

  • Kanbaru
    20 de janeiro de 2015 - 19:59

    Acho que todos que acompanham algum sub que tenha o mínimo de qualidade estão cientes destes possíveis atrasos. Eu não trocaria um projeto “lento” do EA por um rápido de speedsub.

  • Rikimaru
    20 de janeiro de 2015 - 20:13

    E o que eu faço para fazer parte da equipe?

    • Italo Breno
      20 de janeiro de 2015 - 20:37

      1. Não fique invisível.

    • Zero
      20 de janeiro de 2015 - 22:46

      Meu email no “About/Sobre Zero” na postagem. Diga o que quer fazer e nos dê informações úteis suas, como experiência.

      • Rikimaru
        21 de janeiro de 2015 - 21:33

        Pronto.

  • Keima Kaname
    20 de janeiro de 2015 - 21:08

    Interessante saber como funciona a organização deste fansub. Por curiosidade, quantos membros ativos o grupo possui no momento e quantos havia em seu auge?

    • Zero
      20 de janeiro de 2015 - 22:53

      Vixe, quando não controlávamos o crescimento, acho que chegou a ter 18+ membros. Agora imagina eu ter que coordenar tudo isso. Claro que deu problema.

      Agora temos uns 6. É bem pouco, mas pela quantidade de material que lançamos, não estamos mal. O maior problema em crescer demais é tradução em excesso (e existe isso? lol), aí tenho que ver scripts demais e tradutor é um bicho bom para desanimar quando seu projeto trava (eu estou dentro disso). Teríamos que resolver a questão do gargalo que existe desde sempre para fazer uma equipe maior. Alguns projetos como Seiken no Blacksmith ou Devil May Cry tiveram sucesso em sair sem eu nunca ter assistido, mas… são exceções.

      • Keima Kaname
        21 de janeiro de 2015 - 15:47

        Ou seja, enquanto o EA não conseguir alguém que queira ajudá-lo na administração dos projetos, seria inviável um aumento no número de membros. Achei realmente interessante a explicação, além de estar surpreso em saber que a equipe chegou a tanto [e imagino o trabalho que deve dar organizar todos eles, “divertindo-se” com 20 episódios por dia /人◕ ‿‿ ◕人\].
        Enfim, agradeço por ambas as explicações e espero ansioso pelos próximos lançamentos ou por mais postagens deste tipo.

  • Volg
    20 de janeiro de 2015 - 22:23

    Ótima explicação. Pra quem quiser saber mais eu lembro que vários fansubs, entre eles o EA, se uniram e criram o projeto “Unidos Pela Qualidade”, que inclui explicações sobre os processos da “arte” de “fansubar”. Segue o link para os interessados: http://pt-br.unidospelaqualidade.wikia.com/wiki/Wiki_Unidos_Pela_Qualidade

  • Aoi
    21 de janeiro de 2015 - 01:16

    Como eu ficaria feliz se vc se sentisse inspirado e pegasse Garo pra fazer. Tah mt triste acompanhar pelo sub lixo, os eps cheios de erros de sub lixo, eu reporto os erros, e o cara fala: “só será feita uma v2 se o staff se sentir incomodado com os erros” kkkkkkkkkkkk. Piada total. Plz Zero, eu ajudo a fazer, é só me dar a tradução bruta do inglês q eu arrumo, tava fazendo isso pegando do sub lixo e arrumando as cagadas deles, mas aí um gênio de lá colocou a legenda hardsub acho e n consigo extrair com o mkv extract, aí fuuu. Fiquei na mão do revisor cego deles T-T. pobre Garo, quanta falta de respeito…

    • Zero
      21 de janeiro de 2015 - 11:00

      Maior problema é conseguir o tempo para a tradução… =(

  • Gabriel Barbieri
    21 de janeiro de 2015 - 02:06

    Também faço parte de fansub e sei como as coisas funcionam, e posso dizer que não é fácil. Mas o importante é que no final saia tudo bonitinho e legal de se assistir hahahaha

  • Isaben
    21 de janeiro de 2015 - 02:33

    Legal, bom saber como as coisas funcionam nos “bastidores”

    E realmente agradeço vocês, fansubbers em geral, por passarem por tudo isso e gostarem (!) para compartilhar os animes com todo mundo.

    Obrigado!

  • Hollow
    21 de janeiro de 2015 - 09:41

    Geralmente em ultimo caso eu assisto de SpeedSub quando é um anime que estou louco (mas louco mesmo) pra ver. Ainda assim se esse mesmo é lançado em um Sub que presta pela qualidade eu imediatamente troco para o mesmo, nunca apoiei e nunca apoiarei SpeedSub. (Assistam por sua conta e risco).
    Além do EA, acompanho o trabalho do AWH que o HST me ensinou (forçado) a ter paciência. Em Dezembro de 2014 ele foi claro em dizer que tiraria férias (kk) e agora em Janeiro que está atarefado e etc… A minha única opção é respeitar o tempo dele (e de todos aqueles que traduzem os animes incluindo o Zero), pq todos nós temos uma vida, nossos deveres e como se trata de um trabalho de “Fã para Fã” nada mais justo esperar os animes chegarem…
    Uma receita básica para vc parar de infernizar os tradutores é acompanhar vários projetos, pq a maioria são lançados em datas diferentes, acompanhar de subs diferentes (pq não vai ser sempre que o Zero e a sua equipe vai traduzir todo e qualquer tipo de anime que aparecer rolando por ai). Ler mangás tbm é uma boa, assim quando vc menos esperar, chegou na outra semana e “tcharam” o anime que q vc tanto espera acabou de sair do forno. Antigamente eu até jogava mais, no entanto nesses últimos tempos estou enjoando de todo e qualquer tipo de jogo e como eu trabalho pela noite durmo durante o dia, então até aqui esta dando pra sobreviver rs

    Parabenizo o Zero ou a quem tomou a iniciativa de “esclarecer” esse lado dos “bastidores”

    Good Work Team!

    See Ya Guys…

  • Aioros
    21 de janeiro de 2015 - 09:47

    Há algum tempo tenho a impressão de que tem ficado mais difícil achar raw de BDs

    • Zero
      21 de janeiro de 2015 - 11:01

      Também fiquei com essa impressão. Acho que o povo está com medo de ser preso ou quer “forçar” os demais fãs a comprarem também. Sei lá…

  • Gabriel Titoto
    21 de janeiro de 2015 - 09:54

    Bem legal saber como funciona o fansub, obrigado por vocês gastarem uma boa parte do dia a dia de vocês em algo que gosto tanto, e torço para que um dia finalmente o mundo seja livre de “pessoas” que ficam cobram e reclamando por algo que é 100% gratuito e de fã para fã e com qualidade superior ao que é lançado (e se é lançado realmente) aqui (Brasil).

  • Yogami
    21 de janeiro de 2015 - 19:37

    Já imaginava isso.
    Já fiz parte de uma Fansub, mas meio que desisti, apesar de ter gostado muto dos ~4 meses.
    Quem sabe eu volte um dia pra esse mundo masoquista que é o dos Fansubers.

  • Br00t4l
    22 de janeiro de 2015 - 01:38

    Acredito que a maioria dos “seguidores” da fansub tenham consciência dos processos, e esperam os lançamentos daqui justamente pela qualidade, sem se importar que possa demorar mais.
    Mas sempre tem o chato de plantão que fica enchendo né? haha
    De qualquer forma, legal você esclarecer as coisas assim. Fixa esse post em algum lugar, Zero. Pode ser bem útil com quem chegue depois.

  • Yukinari
    22 de janeiro de 2015 - 05:38

    EA fansub faz um excelente trabalho a muito tempo. Acompanho voces desde Toradora (2008). Depois assisti Akane Iro ni Somaru Saka , Ookami-san e Kanon 2006 e LB. Mas cada projeto feito com todo o cuidado e o carinho do mundo, por isso sempre assisto os animes da temporada Pela EA <3

    Por favor, continuem o ótimo trabalho de voces.

  • Ketsura
    23 de janeiro de 2015 - 08:14

    Zero, bem que você podia me aceitar no Facebook @_@

    • Zero
      23 de janeiro de 2015 - 08:30

      Bem que eu podia abrir o Facebook. Eu não uso aquilo lol

  • Rudolf
    24 de janeiro de 2015 - 15:14

    Vocês realizam um excelente trabalho aqui. Adoro a forma como vocês legendam os animes se preocupando com a linguagem formal!

  • DCAST
    26 de janeiro de 2015 - 15:37

    Pior que é bem por aí mesmo, manter um fansub ultimamente é uma tarefa difícil, visto que os que aparecem para ajudar mais acabam atrapalhando do que ajudando, vide os “membros que falecem”.
    É só nego dar uma olhada naquele monte de células dos programas de legenda que cai duro do chão e nunca mais se tem notícias do presunto.

  • Anderson
    28 de janeiro de 2015 - 15:56

    “Tentei” abrir um fansub uma vez e desisti pelo trabalho. Realmente prezo muito pela qualidade do que assisto, posso esperar um bom tempo se for para ter em qualidade boa. Por isso não encano com a demora dos bons subs.
    Mas a única coisa que espero com muita ansiedade da EA é o Code Geass BR-rip! hehe

    Btw, fiquei um tempo longe do cenário dos animes e fansubs brasileiros, e com o AnimeBlade morto, estou sem referências. Alguém pode me indicar um AnimeBlade like e bons fansubs com qualidade comparável ao EA?